Archive for the 'cuba' Category

Rodando em busca da cerveja perfeita

Enquanto Marcelo D2 roda o mundo em busca da batida perfeita, eu rodo atrás da cerveja perfeita. Da batida também, mas de limão, maracujá, morango ou o que quer que venha!

Tenho um currículo de respeito quando o assunto é a loira gelada e horas de banco de boteco.

E, aproveitando o comentário do Thiago Victor, vou falar um pouco dessa experiência estressante de sentar em algum bar pelo mundo e apreciar uma cervejinha.

Nunca fui muito de marca, mais de preço mesmo. Porque geralmente na segunda tudo que vier é lucro!

E a regra vale para o exterior, onde a cerveja custa muito mais que no Brasil.

Saudosos tempos de faculdade quando comprava um monte de fichas de cerveja por 1 real cada. Era perfeito!

Não é que agora aumentou tanto. Ainda sim dá para comprar uns engradados com os amigos e fazer a festa até cair!

Eu completei 21 anos nos EUA, idade que – por lei – jovens podem começar a beber lá. Para variar, ganhei uma caixa de cerveja de presente! Acredito que tenha sido o presente que mais ganhei na vida e nunca fiz cara feia…

Mas cerveja em dólar desce mais amarga. Ao menos as cervejas australianas e européias são mais fortes que as brasileiras, requerendo menos goladas para chegar a um nível legal.

Quando estava no Brasil fazia sempre churrascos em casa, eram dezenas de caixas. Depois veio o “CarnaMichelFolia”, festa que eu produzia para umas 300 pessoas, com umas 60 caixas de cerveja liberadas.

Na Austrália não lembro de ter visto mais de três caixas juntas. Com a cerveja custando em média 3 dólares nas lojas e 7 dólares na noite ficava difícil.

Mas não pense que vai chegar na Austrália e tomar um porre na praia, é proibido! Não pode consumir álcool na praia, nas ruas, em espaços abertos. Polícia chega, dá esporro, até multa.

Austrália definitivamente não é o lugar ideal para beber. Só vende em lojas especializadas chamadas de bottleshops.

É normal brasileiro chegar morrendo de sede por lá (como eu) e encontrar só sucos e refrigerantes em lojas de conveniência e supermercados.

Para beber em bares, deve geralmente andar aos PUBs. Todos ambientes fechados.

Restaurantes só com licença para álcool. Para trabalhar em bar tive que fazer um curso de responsabilidade, aprendendo a seguir as leis de lá.

Você está tomando uma e se o pessoal do bar achar que você passou dos limites não te vende mais.

E a qualquer momento um segurança pode te dar um tapinha nas costas e te botar para fora do PUB. Sem perdão.

embuscadacervejaperfeita.jpg

Mas voltando ao assunto do post, cervejinha sempre cai bem.

Estamos acostumados no Brasil a reclamar quando a cerveja não está quase congelando… quantas vezes pedi para trocar, mesmo estando gelada.

Mas gringo bebe quente e acabei aprendendo! Eles nunca colocam no freezer, sempre geladeira.

Até porque no inverno nem precisa, mas no verão tomam até em temperatura ambiente e acabei aprendendo também.

Para falar de sabor, na Austrália tomava sempre Tooheys New, muito boa e uma das mais ‘baratas’.

Depois do trabalho no PUB fica entre a Coopers (verde) e a suave Bluetongue porque bebia de graça.

Na Austrália também bebem muito a irlandesa escura Guinness, que domina a Irlanda toda. Além de ser a mais barata na terra do U2, custando em média 5 dólares.

Cervejas asiáticas me lembraram muito as brasileiras, talvez por serem também países quentes. A cerveja é sempre mais suave e gelada.

Em Cuba, além dos charutos, mojitos e piñas coladas, para refrescar do calor era sempre uma boa pedida uma Cristal.

O site de viajantes backpackers (em inglês) thebackpacker.net tem uma lista grande de cervejas pelo mundo e a votação para cada uma delas! No Brasil, Original e Bohemia lideram a lista (merecidamente).

Algumas cervejas que destaco nas minhas andanças pelo mundo:

.Erdinger (loira alemã) – bastante conhecida (e cara) também no Brasil, é uma das tops do mundo!
.Corona (mexicana) – com uma fatia de limão dentro, sem dúvida uma das minhas favoritas!
.Stella Artois (belga) – irada como o site!
.Bucanero (cubana) – sem dúvida a melhor cerveja da terra do Che Guevara
.Amstel (grécia) – para mim deixa a mais vendida por lá ‘mythos’ no chinelo
.Singha (tailandesa) – barata e boa como o país
.Bali Hai (indonésia) – perfeita para tomar curtindo as ondas

Aqui na Suíça não são tantas as opções e quase todas custam o mesmo. Cervejas americanas como Heineken e Miller têm bastante saída.

De produção suíça compro quase sempre Eichhof, Löwenbräu, Cardinal e a Feldschlösschen.

Quase todas com nomes estranhos e sabores parecidos. Mas nem de perto compara com a qualidade dos chocolates suíços. Mas nosso assunto aqui é cerveja, então SAÚDE!

Valeu Thiago Victor pela idéia e fiquem a vontade para colaborar com a cultura boêmia do nosso blog Rodando pelo Mundo!

PAZ! Michel P. Zylberberg

Anúncios

Brasil, o melhor país do mundo!

Já passei por alguns países, conheci muitas culturas e convivi com uma infinidade de pessoas dos mais variados tipos possíveis.

Hoje, mesmo morando na Suíça (sempre tida como primeiríssimo mundo), com um orgulho extremo posso dizer que Brasil é o melhor país e nós, brasileiros, o melhor povo.

Provei de todas as formas olhar com o mínimo de preconceito possível para tentar encontrar algum outro país ou povo que chegasse perto do nosso, mas é impossível.

Talvez essa ‘zona’ estabelecida na nossa cultura faça com que sejamos diversos. Mas ao mesmo tempo temos um nível incomparável de respeito e solidariedade.

As grandes cidades estão em guerra. Mas são raras no mundo que conseguem manter a ordem com tamanha desigualdade social.

O Brasil é sinônimo de carnaval, de festa e alegria! Futebol arte… antes me indignava com essas imagens tão fortes do Brasil no exterior, mas é muito melhor do que a que estão ‘vendendo’ agora, de crimes e favelas.

Se Cuba vive basicamente do turismo, porque o Brasil, que tem um potencial incrível e recursos naturais incomparavelmente maiores, não consegue fazer o mesmo?

O que mais atrai os estrangeiros ao Brasil – infelizmente – é o turismo sexual, exploração de menores e jovens tristemente tratadas como mercadoria. Como mudar? Complicado.

Mas brasileiro é alegre por natureza! Pode passar necessidade que geralmente o astral é sempre alto.

Já aqui na Europa a maioria do povo é depressivo e egoísta. Mesmo com muito dinheiro, tenho certeza que morrem desiludidos e frustrados.

Costumo brincar que todos os velhos depois de aposentarem deveriam ir para o Brasil viver um pouco da vida que nunca tiveram. Nem filhos muitas vezes eles não têm para não ter despesas. Compram carrões, mansões e a solidão vem de brinde.

Podemos ter muitos problemas, mas esse talento natural para a felicidade e amizade ninguém nunca vai nos tirar. É verão e festa o ano todo!

Por muitos fatores acabei vindo morar fora. Mas meu coração é brasileiro, minha alma brasileira e meu orgulho é sempre maior!

Para os nossos políticos deixo uns trechos de “Apesar de você” do nosso grandíssimo Chico Buarque:

Hoje você é quem manda
Falou, tá falado
Não tem discussão, não.

Você que inventou esse Estado
Inventou de inventar
Toda escuridão

Apesar de você
amanhã há de ser outro dia.

E eu vou morrer de rir
E esse dia há de vir
antes do que você pensa.

Amanhã há de ser outro dia…

Boa semana galera! PAZ!!!

Vídeos de algumas andanças pelo mundo…

Veja alguns vídeos das minhas andanças publicados no YouTube.com

TAILANDIA 2006 >
[YouTube=http://www.youtube.com/watch?v=lYO3fEt-dDg]

INDONESIA 2006 >
[YouTube= http://www.youtube.com/watch?v=YS5UDQtdtQI%5D

COPA DO MUNDO ALEMANHA 2006 >
[YouTube= http://www.youtube.com/watch?v=kKCgzUVjebw%5D

CUBA 2006 >
[YouTube= http://www.youtube.com/watch?v=0eHj5JRXcZY%5D

MONTE PILATUS >
[YouTube= http://www.youtube.com/watch?v=20FFa7f6il8%5D