Qualquer tipo de trabalho merece respeito

Você já se imaginou trabalhando lavando prato em um restaurante, como ajudante de cozinha? E, além do mais, sonhando em algum dia ser promovido à garçom ou chef?

Para muitos é uma coisa absurda e imposível no Brasil, além de existir ainda o preconceito com quem faz esse tipo de trabalho.

Mas, quando a escolha é outro país, muita gente (como eu) acaba atrás da pia de um restaurante lotado, levando esporro do gerente, tentando dar conta de milhares de pratos e panelas.

Se no Brasil o salário é baixíssimo, no exterior já é o suficiente para pagar as contas e ainda economizar. E conheci muita gente que trabalhou anos como ‘kitchen-hand’ (ou ajudante de cozinha) e nunca não se arrependeu.

Alguns outros têm até vergonha de falar que tiveram um trabalho assim. Mas a grande maioria fala na boa e ainda passa a valorizar quem faz esse tipo de trabalho na volta ao Brasil.

Não só esse tipo trabalho, como também garçom, faxineiro, barman, recolhedor de copos, ajudante de pedreiro, segurança e tantos outros. Eu já passei por alguns destes e hoje sei bem como é dura a vida de quem depende de um trabalho assim para viver.

Eu tive muita sorte (graças também ao meu Pai que insistiu para acabar a faculdade) de encontrar um trabalho na minha área no exterior. Mas, para tantos, não existe escolha.

Basta saber aproveitar e valorizar o dinheiro no bolso no fim do mês. Afinal, existem poucas coisas na vida piores do que ficar desempregado. E qualquer tipo de trabalho merece respeito.

Michel P. Zylberberg
https://rodandopelomundo.wordpress.com

Leia mais sobre trabalho no exterior, viagens e muito mais:
Destaques

Anúncios

3 Responses to “Qualquer tipo de trabalho merece respeito”


  1. 1 Margarida julho 19, 2008 às 1:16 pm

    Michel

    Parabéns pelos 28 anos…e não fique a pensar na neura dos 30!Eu já passei por isso e não custou nada…hehe

    Obrigada pelo comentário no meu Blog,espero que volte mais vezes para acompanhar as minhas viagens!

    Vi que mora em Locarno na Suiça!Eu adoro a Suiça,não me importaria de morar por aí…mas compreeendo que deve sentir a falta do Brasil,uma realidade tão diferente!

    Bjs

  2. 2 Michel Zylberberg julho 22, 2008 às 7:29 am

    Oi Margarida, obrigado pela visita e pelos parabéns!!!
    Mesmo longe do Brasil, dos amigos e da família, comemorei em alto-estilo com a esposa e os novos amigos!!!

    Quanto a idade, sem neura!! Importante é saúde e felicidade.. o resto é questão de tempo :)

    A realidade Brasil x Suíça é realmente muito distinta.. mas a alegria e a vontade de viver que vemos nos brasileiros já falta muito por aqui.. muito dinheiro, ganância e comodidades também portam depressão e revolta.

    Darei sempre uma passada no teu blog!! Com certeza..
    Beijo, muita paz e boas viagens!!!

  3. 3 Marcio julho 22, 2008 às 3:21 pm

    Michel,

    Eu também já fui para obra e para cozinha em Sydney na Austrália e não tenho vergonha nenhuma disso.
    Com esses trabalhos acabei conhecendo a Tailândia e toda a costa lá da Austrália.

    Gostei muito do seu blog também. Já coloquei seu link lá nos especialistas em viagem do meu blog.

    Um abração!

    Marcio


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: